sexta-feira, 12 de março de 2010

Não é mais 11... é quase 1 ano!!

Quem me conhece sabe que sou completamente contra apressar as coisas... Quer me ver braba? me apresse para comer, ou para escovar os dentes e principalmente: me apresse para sair!! Você vai ver um taurina te atropelar!!

Sou contra o excesso de estímulos que existem para apressar os bebês a engatinhar, andar, falar... Algumas alopatias também fazem parte dessa pressa... Claro que cada caso é um caso, eu uso também, mas... por exemplo: 37,5º é febre? NÃO!! Mas tem um bando de mãe que já corre e dá um remedinho pra passar a "febre". Por que não dá um banho mais fresquinho no bebê? Espera e vê se passa... Mães de primeira viagem a gente dá um desconto! A gente já fica preocupada, liga pro pediatra e ele já receita um antitérmico (e a gente jura que ele sabe muito mais do nosso filho do nós mesmas). E a pressa pra fazer os bebês comerem? Quantas mães por aí que aos 3 meses já inicia a introdução de alimentos sólidos? E ainda conta, cheia de orgulho, que o bebê dela já come de tudo!! Por que será que tem um monte de bebês com cólicas e dificuldades pra dormir?

Enfim. Pressa.

Mas... vou confessar. Esses últimos dias me peguei apressando as coisas também. Minha filha completou 11 meses há uma semana, e uma pessoa me perguntou:
- Com quanto tempo ela tá?
- Quase um ano! (eu respondi...)
- Nossa! Mas ela já fica em pé sozinha sem apoio?
- Pois é... Tá quase andando!

E não foi só uma vez que eu falei isso. Foram várias vezes. E hoje parei pra pensar que, mesmo já organizando os preparativos da primeira festa de aniversário da Ana, não quero pensar assim. Quero pensar que ela acabou de completar 11 meses. E, se tá quase andando, não sei. Vamos dar tempo ao tempo.
E prometi a mim mesma que não vou repetir aquela resposta.
Sei que pode parecer bobagem, mas pra mim, pensar desse jeito, sinto que estou atropelando o tempo e querendo ser mais rápida que ele.

-Quanto tempo a Ana tem?
- 11 meses.
- Nossa! Mas ela já fica em pé sozinha sem apoio?
- Pois é... Linda, né?!

Ufa. Agora me sinto mais aliviada. =)

...

Mais novidades sobre a pequena? Conto com o maior orgulho de mãe super coruja:

-Os dentes... os dois incisivos inferiores, o canino esquerdo (nossa "vampirinha", como carinhosamente chamamos a Ana) e apontando os dois incisivos superiores. Ela baba e reclama muito. Coloco um mordedor na geladeira e ela se diverte mordendo bem forte e refrescando a gengiva inchada. Ela também gosta que eu massageie a gengiva com aqueles massageadores que a agente compra em farmácia. Mas, quando a irritação é muita, acompanhada de choro e brabeza, eu apelo pro 'nenê dent', mas não gosto muito não. Esses dias minha cunhada me fez pôr aquela 'camomilina C' na mamadeira com água, funcionou: ela ficou bem calminha... Até demais! Senti que influenciou bastante no sono dela. Aí achei melhor não dar mais.

- O sono... resolveu dormir melhor com o pai mesmo. Quando estamos todos em casa, eu dou o banho enquanto ele prepara o quarto e arruma o beço. Depois, ele coloca a fralda, passa o talco, põe o pijama. Apaga as luzes e diz "vamos descansar?", e ela apoia a cabecinha no ombro dele, relaxa completamente os braços, é colocada no berço e dorme. E... quando estou só eu? Daí ela tem que chorar! Por quê? não sei. Eu faço o ritual do Rapha exatamente igual, mas não funciona. Me consola saber que não é só comigo que isso acontece, já ouvi relatos de outras mães com histórias muito próximas. O que me deixa feliz são as longas 10, 11 horas de sono direto.

- Desenvolvimento psicomotor... Lindo de ver. Ela engatinha super bem e anda por tudo apoiando-se no sofá, nas cadeiras e se arrisca de passar da cadeira pro sofá (considerando que a distância entre eles é maior que seus bracinhos podem alcançar num só passinho). Ela adora me beijar, abraçar, beijar e lamber o espelho. Mostra o pé e a cabeça. No banho (de balde, sempre!!) coloca os pezinhos pra cima para serem lavados, fica em pé para lavar a bundinha e para sair do balde quando o banho termina. Dá gritos de felicidade só de escutar o interfone ou quando abrimos a porta para sair. Entrega a chupeta quando tiramos ela do berço de manhã.
etc, etc, etc...

- Alimentação? ótima!! Come super bem!! Frutas, papinhas sagadas (com uma misturança de legumes) temperadas com salsinha, cebolinha, cebola alho e muito pouco sal... adora pão, rosquinhas de polvilho e bolacha "água e sal". Toma água, sucos naturais com gelatina de alga e LM o dia inteiro. Esses dias resolvi introduzir a carne. Adorou! Mas o cocô veio com outro cheiro... BEM mais fedido... rsrsrs. A introdução de cada tipo de alimento é muito bem pensada por mim e pelo Rapha. De tempos em tempos colocamos uma coisa nova na alimentação dela... sempre com muita calma e prestando muita atenção nos resultados: cocô, sono, cólicas(? não sei o que é isso...).

- Assaduras... sim. Quando come muita banana, quando faço suco de maçã ou quando fica o dia inteiro de fralda nesses dias de calor. Infelizmente só o hipoglós não dá conta do recado, então algumas vezes coloco uma colher (de sopa) de amido de milho na água do banho e passo "Nistatina" antes de dormir.

- Relação com outras pessoas e outros bebês... Ela não vai no colo de quem não conhece. Não sorri pra qualquer um, aliás, tem um olhar 'bem desconfiado' que nunca recebeu um elogio por simpatia. Eu acho isso ótimo. Só entrega seu carinho, sorrisos, beijos e abraços àqueles que conhece e confia. Brinca sozinha, mas não por muito tempo. E, como toda criança, adora a companhia de outras crianças...

- Crescimento e peso: parece ter engordado um pouco e cresceu um pouquinho (pelo que dá pra ver pelas roupas)... mas não sou muito chegada nos números. Se eu olhar pra ela e sentir minha filha bem e saudável é o que importa. Não conto os dias para a consulta da pediatra, me sinto melhor tirando dúvidas e pedindo conselhos pra outras mães (na maioria das vezes virtualmente mesmo: blogs, grupos de apoio, comunidades do orkut...).

E blábláblás... Chega de escrever.

Ela é linda e pronto.

rsrsrsrs...

3 comentários:

  1. é linda mesmo q delicia!!!
    sabe q uma amiga falou da fase dos dentes, de babar e tal, vc acredita q a manoela nunca babou? e com um ano tinha todos os dentes, tipo, cada um é cada um mesmo né,o importante é ser amadas, amassadas, cheiradas por nós
    bjim

    ResponderExcluir
  2. Definitivamente. Linda e pronto.
    =)

    ResponderExcluir
  3. Oi Isabela, trabalhei com você na trilhas e agora espio seu blog, ao qual cheguei ao pesquisar escolas Waldorf na cidade...meu Benjamin está com dois meses, fofo demais, e iniciei meu blog este mês. Seria legal se passasse por lá, onde falo de craft, filhos, vida, etc.
    Beijo e um apertão carinhoso na Ana.

    ResponderExcluir